quinta-feira, 16 de maio de 2019

I CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO ANTIDROGAS PARA PROFESSORES DAS ESCOLAS INDÍGENAS

Data: 31 de maio a 01 de junho de 2019
Local: Cine auditório, UFGD, Dourados – MS
Fone: 067 9 9806-6208 / 067 9 8401-2633
Tema: Tekoha Marane’ỹ: aldeia sem males.
Internet: www.tekoha.org.br
Data atualização: 15/05/2019

APRESENTAÇÃO
O projeto Tekoha Marane’ỹ é uma ação multidisciplinar e interinstitucional com o objetivo de desenvolver um programa educacional curricular específico em Educação Antidrogas junto às escolas indígenas da região de Dourados para a promoção do bem-estar biológico, psicológico e social.

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR
31.05.2019 SEXTA-FEIRA

07h00min Credenciamento e abertura
07h30min Nhembo’e ha jehovasa e apresentação cultural
08h00min Bênção e orientação espiritual (Rev. Beijamim Benedito Bernardes)
08h15min Formação da Mesa (ESCOLAS INDÍGENAS, SEMED, UFGD, M.E.C, Lideranças Indígenas, SESAI, FUNAI, SALVARE, COMAD).
09h00min Conferência 1. Saúde é bem-estar: contextualização histórica, sociológica e econômica. (Dr. Thiago Pauluzzi Justino, psiquiatra, FAMED/UFGD)
09h50min Conferência 2. Saúde Indígena: Teko Resãi (modo-de-ser saudável). (Dra. Zefa Valdivina Pereira, FCA/UFGD)
10h40min Perguntas e debate (ñeporandu)
11h30min Intervalo de almoço
13h00min Conferência 3. Tipos de drogas consumidas em Dourados e consequências legais do (ab)uso de drogas lícitas e ilícitas (Polícia Federal)
14h20min Intervalo
14h40min Conferência 4. Consequências sociais do (ab)uso de drogas lícitas e ilícitas (Assistente Social Bárbara Nicodemos, CRAS Indígena Aldeia Bororó),
15h30min Conferência 5. Consequências psicológicas do (ab)uso de drogas lícitas e ilícitas (PM e Psicóloga Luciane Andriela Cardoso)
16h20min Perguntas e debate (ñeporandu)
17h00min Encerramento

01.06.2019 SÁBADO
07h30min Jehovasa
08h00min Bênção e orientação espiritual (Pr. Eder Vito)
08h15min Conferência 6. Opções de Prevenção (CAPS AD)
09h10min Orientações pedagógicas (Profa. Ms. Teodora de Souza, NEEI/CEAID/SEMED)
10h00min Reunião dos GT’s (logística, palestras, pedagógica, comunidade)
11h00min Encerramento

REALIZAÇÃO: FAIND/UFGD, ASSSOCIAÇÃO SALVARE, ESCOLAS INDÍGENAS, NEEI/CEAID/SEMED, M.E.C.
PARCEIROS: CRAS, CAPS AD, PF, COMAD Dourados, Rotary, Polícia Militar
COMISSÃO ORGANIZADORA (60 H/A): Teodora de Souza, Valdomiro Cardoso Filho, Neimar Machado de Sousa, Marcio Eduardo de Barros, Jair Vieira da Costa, Andressa Ymara Villas Boas, Edio Felipe Valerio, Josias Aedo, Jorge Sanches, Celia Reginaldo Faustino, Francelina da Silva Souza, Florinda Souza da Silva, Simone Martins Freitas, Jane Alvarenga, Eunice Aedo, Eliete Moreira, Juscilange Rodrigues Sanches, Elizane Silvério Gonçalves, Arlindo da Silva Marcelino, Tatiane Rodrigues, Cicero Gripp, Norma, Adriana, Aginaldo Rodrigues, Elias Moreira, Fernanda Dourado, Maria Regina de Souza, Rubens Pinheiro, Nilva.
PÚBLICO: educadores das escolas indígenas de Dourados e interessados.


quinta-feira, 28 de março de 2019

COMAD de Dourados cumpre três importantes agendas na Capital

Campo Grande (MS) – Uma delegação de sete conselheiros do COMAD de Dourados esteve em Campo Grande, nesta quarta-feira, para o cumprimento de agendas na Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (SEDHAST); no Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (CEAD); e, na Assembleia Legislativa.
Giovanna (GM), Talita (SEMAS), Sérgio Nogueira (Câmara Municipal), Ana (SEDHAST), Rogério (DOF), Pr. Cido (COMPED), Alice (SEDHAST), Bogarim (PF) e Renan (SEMS).
A representação do COMAD foi composta pela Secretaria Municipal de Assistência social; Departamento de Operações de Fronteira; Câmara Municipal de Dourados; Secretaria Municipal de Saúde; Conselho Municipal de Pastores; Guarda municipal e Polícia Federal.

A pauta concentrou-se nas políticas públicas de redução às drogas e à violência, bem como o olhar do Estado para as Comunidades Terapêuticas. Segundo a SEDHAST, o governador Reinaldo Azambuja determinou um olhar especial às Comunidades Terapêuticas e reafirmou seu compromisso com o tema de redução às drogas através da aprovação do Decreto nº. 15.027, de 18 de junho de 2018 que aprova a Política Pública Estadual sobre Drogas de Mato Grosso do Sul. Outra novidade importante é a divulgação do edital para que as comunidades terapêuticas possam concorrer ao recebimento de verbas públicas, com prazo final para 16 de abril.

Os conselheiros reforçaram a efetiva articulação e suporte do COMAD de Dourados aos poderes Legislativo e Executivo, ao CEAD e à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, na produção de conhecimento, através de relatórios periódicos sobre as boas práticas de prevenção e atendimento desenvolvidos por entidade e instituições no município, além de pontuar suas principais demandas e necessidades estruturais. A SEDHAST firmou parceria com o COMAD de Dourados para a realização de ações de prevenção às drogas.
Recepção dos conselheiros do COMAD pela Presidente do CEAD, Denise Fátima.
A segunda agenda, os conselheiros foram recepcionados pelo CEAD em reunião Ordinária, que acontecia no Auditório do Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), na capital. A Presidente, Denise Fátima avaliou, como extremamente positiva, a visita da delegação em Campo Grande, uma vez que se estreitam os vínculos institucionais e fortalecem as ações do enfrentamento à redução de drogas. Denise também confirmou presença no III Seminário do COMAD de Dourados, que realizar-se-á nos dias 26 e 27 de junho de 2019 e destacou a ação do Conselho como um dos mais atuantes do Estado.

A conselheira e ex-presidente do Comad, Talita Rolim, ressaltou a importância de os conselhos municipais colocarem como prioridade, em suas pautas, a construção de Coordenadorias municipais dentro do Executivo para a efetivação de políticas públicas, de forma intersetorial.
Giovanna (GM), Bogarim (PF), Rogério (DOF), Renan (SEMS), Dep. Herculano Borges, Pr. Cido (COMPED), Talita (SEMAS) e Sérgio Nogueira (Câmara Municipal)
A última agenda e, não menos importantes, foi a visita ao Deputado Estadual Herculano Borges na Assembleia Legislativa, que recepcionou aos conselheiros e ouviu as demandas estratégicas para o ano de 2019. Entre os assuntos em pauta, a viabilidade de um espaço para a instalação de uma comunidade terapêutica no município de Indápolis; a emissão de título de Utilidade Pública Estadual às comunidades terapêuticas, sendo este, um dos entraves para que as comunidades consigam os recursos destinados à manutenção de suas atividades de atendimento; e, a disposição em atender às demandas do município de Dourados confirmando sua participação, no mês de maio, em uma capacitação permanente do COMAD.

Para o Presidente do Comad de Dourados, Rogério Fernandes Lemes, o município de Dourados precisa fazer a lição de casa. A problemática das drogas é uma responsabilidade de toda a sociedade, através de suas entidades e instituições. Lembrou que, dos 79 municípios do Estados, pouco mais de 20 conselhos encontram-se plenamente ativos e em funcionamento. Destacou a atuação dos Poderes Legislativo e Executivo douradenses na efetiva colaboração das demandas encaminhadas pelo Comad, como o caso da Lei Municipal n°. 4.228, de 26 de novembro de 2018 que altera e aprimora o conselho.

quinta-feira, 21 de março de 2019

COMAD abre oportunidade para que boas práticas sejam conhecidas em Dourados

O Conselho Municipal sobre Drogas (COMAD) reuniu-se em comissão específica de projetos para organizar a Semana Nacional de Enfrentamento às Drogas.

Conselheiros: Talita, Heloisa, Eliane, Cristiane, Ivan e Renan.

Durante a semana serão ministradas palestras em escolas, nos CRAS e Associação de Moradores, bem como entrevistas nas mídias sociais, Imprensa, Blitz no trânsito e, como carro chefe da semana, a realização do III Seminário de Conscientização e Sensibilização do uso abusivo de Drogas com o foco nas relações intrafamiliares.

Para as palestras, serão os seguintes temas:
1. Prevenção às Drogas de forma intersetorial; 
2. Codependência;
3. Desafios de como compreender e atuar com adolescentes; 
4. Consequências do uso de Drogas – comorbidades; 
5. Formas de tratamento e reinserção social. 

Uma novidade em 2019 é que o COMAD estará durante o mês de abril e maio no recebimento de boas práticas das entidades, instituições e grupos formais ou informais com suas atividades executadas, principalmente, com crianças e adolescentes e que visam o desenvolvimento humano e possibilitam que os mesmos estejam longe das drogas, sendo ações de qualquer natureza como: Palestra, Roda de conversa, Dança, Teatro, Música, Esporte, Lazer orientado e outros.

O grupo e a instituição que realizam em Dourados alguma BOA PRÁTICA que propõem a prevenção das Drogas, podem enviar no e-mail do COMAD comaddourados@gmail.com o nome da instituição, contato, o nome da ação executa, público alvo atendido e como a ação é realizada, inclusive o envio de fotos.

Essas BOAS PRÁTICAS precisam ser conhecidas, divulgadas e potencializadas, para isso durante o III seminário do COMAD as instituições ou grupos terão um espaço de exposição de banner para divulgarem seus trabalhos. 

Mais informações no Blog do COMAD, através do endereço:
www.comaddourados.blogspot.com.br.